top of page
Buscar

Prefeitura lança nova edição do Sumário de Dados de Santo André

Publicação completa 30 anos com oferta de dados estatísticos, indicadores e informações sobre o município

Fonte: PSA


A Prefeitura de Santo André lançou uma nova edição do Sumário de Dados, que disponibiliza informações sobre as características geográficas, demográficas, sociais e políticas do município, bem como dados sobre a economia, finanças e atividades do poder público.


A nova edição coloca à disposição uma extensa compilação de dados estatísticos, indicadores e informações do ano de 2021 e antecedentes, estabelecendo assim uma série histórica que permite acompanhar a evolução recente do município desde a primeira publicação do Sumário, em 1991.


“Os 30 anos do Sumário da Prefeitura de Santo André foram marcados por mudanças importantes no cenário socioeconômico, bem como na estrutura de algumas políticas públicas de base. O que amplia a importância do esforço de acompanhamento, sistematização e análise dos indicadores municipais e regionais”, destaca o prefeito Paulo Serra.


No campo econômico, por exemplo, a mudança mais visível na economia regional foi sua recomposição setorial, com ampliação do espaço ocupado pelo setor de serviços e redução do setor industrial. Em 1990 aproximadamente 42% dos empregos formais eram no setor industrial, outros 29% em serviços e 17% em comércio. Em 2020 estes percentuais foram 12%, 57% e 20%, respectivamente. Com isso, o perfil do trabalhador demandado se alterou. Cada vez mais a qualificação passou a ser um elemento essencial no mercado de trabalho, com efeitos seletivos claros na sociedade, até então moldada no padrão produtivo industrial do século XX.


Este período também foi marcado pelo esforço de universalização dos serviços de saúde pública, prevista na Constituição de 1988. Apesar dos problemas que ainda persistem no serviço de saúde pública, destacam-se muitos avanços que foram obtidos nos últimos 30 anos. Em 1990 havia 50 equipamentos de saúde no município de Santo André, sendo nove hospitais privados. Em 2018, a quantidade de equipamentos municipais ou conveniadas ao SUS somava 90 unidades. O número de leitos na rede municipal somava 245. Em 2017, o total de leitos sob gestão municipal somava mais de 1,3 mil.


Neste mesmo período, de 1990 a 2020, a população de Santo André cresce de 615.172 moradores para 723.889. O número de domicílios passou de 139.206 para 230.102. A frota de veículos subiu de 205.411 para 547.258. Dados estes que demonstram alterações na dinâmica urbana do município, com menor número de pessoas por domicílio e maior frota de veículos.


“Acompanhar todas estas alterações é essencial para o bom planejamento da política pública, sendo essencial uma leitura multidimensional, as correlações entre condições de habitação, saúde e desempenho escolar, as movimentações da mancha de área urbana e os efeitos sobre o trafego de veículos e demanda por transporte público, entre muitas outras”, explica o economista Sandro Maskio, da Gerência de Indicadores Sociais e Econômicos da Prefeitura.


O primeiro volume do sumário, de 1991, expressa na apresentação que o trabalho consolidava o importante esforço de agregar informações essenciais sobre o município andreense. Passados 30 anos, pode-se afirmar que a continuidade do trabalho se mostrou essencial para compreender a trajetória e a dinâmica do município andreense, contribuindo para o planejamento das ações do poder público.


“Esperamos que o Sumário de Dados de Santo André contribua para o conhecimento da realidade municipal em seus diversos aspectos, somando-se assim a outras iniciativas da Prefeitura para promover a modernização, transparência e inovação na gestão pública”, reforça o secretário de Planejamento Estratégico e Licenciamento, Gilvan Junior.


Para elaboração deste compêndio, além dos dados coletados nas próprias secretarias responsáveis pela prestação de serviços aos munícipes, foram também pesquisadas informações disponíveis em diversas outras instituições estaduais e federais, como o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Fundação Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados), Banco Central, Ministério da Economia, Ministério da Saúde, Ministério da Educação, BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Tesouro Nacional, Receita Federal e outras.


Acesse aqui o documento.

Comments


bottom of page