top of page
Buscar

Moradores do Parque Andreense pedem melhora na oferta de transporte público e internet

Solicitações foram apresentadas no debate de revisão do Marco Regulatório; demandas de regularização fundiária e do abastecimento de água e energia também foram apontadas pelos moradores


Fonte: UPAE

Cerca de 70 pessoas participaram da 2ª audiência pública para debater a revisão do Marco Regulatório da Política Urbana de Santo André. Moradores da região do Parque Andreense reivindicaram melhora no sistema de transporte público, estrutura mais qualificada para oferta de internet, pavimentação e iluminação de ruas. Regularização fundiária, abastecimento de água e energia também foram lembrados pela população. A audiência foi realizada na última quinta-feira (10/3), no CESA Parque Andreense.

“A dificuldade de locomoção na nossa região é muito triste. A oferta de transporte público é insuficiente. Se você perde a hora do ônibus vai chegar atrasado no trabalho com certeza”, lamenta a moradora Kátia Regina Martins, que teve a queixa reforçada pelo professor Wildemar Sandrim, também morador do Parque Andreense. “Não adianta termos um grande equipamento como esse (CESA Parque Andreense), com oferta de diversos cursos profissionalizantes, se não conseguimos oferecer o mínimo, que é o transporte para os alunos. Aqui, se perder o ônibus, o aluno simplesmente não tem como voltar pra casa”, enfatiza Sandrim.

Aluna do CESA Parque Andreense e moradora da região, Cláudia Martins Souza reclama da falta de internet. “Na escola não tem. Não é possível nem fazer pesquisa porque a região sofre bastante com a falta de conexão”, informou Souza.


Parte dos munícipes apontou também problemas com falta de água e energia. “Na Estrada Municipal e nas ruas Pasteur e Lavoisier a água não chega. Não tem rede. E na região da Estrada do Rio Pequeno não há rede elétrica, o que acaba incentivando ligações clandestinas, que representam risco para as famílias”, apontou Olga Ferreira Mendes. Ela também solicitou regularização fundiária das Glebas II e III do Parque Andreense.

Moradores apontaram, ainda, a falta de pavimentação e iluminação de algumas ruas. “Boa parte (das ruas) estão escuras e com muitos buracos. Além disso, a maior parte delas não tem calçadas, fazendo com que as pessoas andem pela rua e corram risco de ser atropeladas”, alertou Zilda Maria Bergamini.


“A participação dos moradores é essencial para aprofundar as questões do bairro. A fala de cada munícipe ajudará a administração a criar uma legislação mais assertiva para as políticas públicas da região”, esclarece Daniel Buissa, coordenador técnico da Diretoria de Planejamento Estratégico da Prefeitura de Santo André.

A próxima audiência contributiva de revisão do Marco Regulatório será realizada no dia 15/3 (terça-feira), a partir das 19h, na EMEIEF Machado de Assis, localizada na Estrada do Pedroso, 5.131 (Parque Miami Riviera). Todas as audiências terão transmissão ao vivo aqui, além do Facebook e Youtube da Prefeitura de Santo André. Mais informações sobre a revisão do Marco Regulatório neste link.

Comments


bottom of page